Sistema CNDL

Notícias

Um terço da comida do mundo vai para o lixo por ser feia

5 de agosto de 2016

Um terço de todo alimento produzido no mundo vai para o lixo porque têm alguma imperfeição na cor, tamanho ou formato. O dado é do jornal inglês The Guardian. No Brasil, 30% das frutas e 35% das hortaliças são descartadas por não atenderem aos rígidos padrões de beleza, segundo o Ministério da Agricultura. Isso significa, anualmente, 29 milhões de toneladas de alimentos apodrecendo em campos, alimentando gado ou depositados em aterros.

Não é comida estragada. São alimentos perfeitos para o consumo, com sabor, qualidade e nutrientes adequados, sendo desprezados só porque são…feios.

Em Portugal, onde frutas e legumes fora do padrão sofrem o mesmo preconceito, um grupo de 4 amigos resolveu agir. Em 2013, abriram a cooperativa Fruta Feia para comprar os produtos rejeitados dos agricultores e os revender pela metade do preço à população. Em menos de 3 anos, a empresa já transformou 300 toneladas de frutas e legumes em dinheiro.

Talvez a ideia fizesse ainda mais sucesso no Brasil. O País enfrenta a pior crise de sua história. Os consumidores desapareceram dos supermercados. E o varejo espera ter queda recorde de vendas em 2016, segundo a Nielsen.

Neste cenário, alimentos com 50% de desconto certamente atrairiam de volta esses clientes. Se bem comunicada, acredito no potencial da ideia. Já existem iniciativas semelhantes aqui e no mundo, como Sans Form, do Atacadão (Brasil); Les Fruits&Légumes Moches, do Intermarchè (França) e Imperfect Produce (EUA).

Autor: Carlos Domingos é publicitário, escritor e palestrante

Fontes:

 

O desperdício no mundo: 

https://www.theguardian.com/environment/2016/jul/13/us-food-waste-ugly-fruit-vegetables-perfect

 

O desperdício no Brasil: 

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/nacional/noticia/2015/04/08/ideia-contra-o-desperdicio-de-frutas-e-legumes-175789.php

 

O início da cooperativa Fruta Feia:

http://www.jn.pt/sociedade/interior/quatro-amigos-criam-fruta-feia-para-aproveitar-desperdicios-nos-supermercados-3521656.html

 

Resultados da ação portuguesa: Jornal Diário de Notícias, Portugal, 18 de julho de 2016.

Compartilhe