Sistema CNDL

Notícias

Otimismo deve fazer parte do Natal 2015

11 de dezembro de 2015

A CDL Uberlândia realizou uma pesquisa de expectativa para o Natal, entre os dias 20 de novembro e 8 de dezembro, com Associados da entidade. A expectativa de crescimento das vendas, funcionamento do comércio até o dia 25 de dezembro, estoques, os itens que devem ser escolhidos para presentear foram alguns dos temas abordados pela pesquisa. Acompanhe os resultados:

  • De acordo com pesquisa realizada com os Associados da CDL Uberlândia, 74% esperam um crescimento das vendas para este período. Os demais, 26%, não esperam um crescimento para o Natal 2015;

  • Para os empresários otimistas que esperam crescimento, 32% planejam vender até 5% a mais que o ano anterior e 26% esperam vender até 3% a mais que em 2014. Dos que não acreditam ou não esperam um crescimento, a maioria acha que o maior fator para esse pessimismo é a crise financeira;

  • Considerando algumas ações para esse final de ano, que já estão acontecendo, como o Natal Luz Uberlândia e a Campanha Sou Solidário da CDL, 32% das empresas que responderam a pesquisa pretendem funcionar na quinzena que antecede o Natal em horário diferenciado com o objetivo de atrair mais clientes. 39% optaram em ficar abertos durante todo o período estendido até às 20h;

  • Dos empresários que estão preparando suas empresas para a semana de vendas, na véspera de Natal, 37% planejam aumentar os estoques de produtos de maior giro. 37% planejam realizar promoções e 21% não farão nenhuma ação diferente para o Natal, 16% planejam decorar as vitrines, ou inovar os catálogos de produtos e do site, 11% planejam investir em novos produtos e também em novidades para atrair o público. 5% planejam conceder descontos para os clientes.

  • A comunicação com os consumidores como estratégia para aumentar as vendas será feita da seguinte maneira: 58% divulgação utilizando a internet, sites, e-mail marketing e redes sociais. Para 16% a divulgação será em canais de televisão, 11% divulgação em mídias impressas.

  • Na opinião dos entrevistados o comportamento mais esperado dos consumidores neste Natal é que 44% vão comprar roupas, assessórios e calçados, 44% vão reduzir os gastos, 6% comprarão mais produtos de alimentação e 6% vão comprar mais eletroeletrônicos.

  • Das empresas entrevistadas, 72% do público que efetua as compras são do sexo feminino e 28% são do sexo masculino.

  • Sobre o valor médio que o consumidor irá gastar, 37%  acham que o consumidor vai desembolsar de R$ 50,00 a R$ 100,00, 26% de R$ 100,00 a R$ 200,00, 16% até R$ 50,00 e 21% acima de R$ 200,00.

  • Em relação à forma de pagamento, os empresários acreditam que os clientes comprarão mais no crédito com 60%, 33% a vista e 7% utilizarão o crediário próprio.

  • De acordo com o Associado referente ao local escolhido pelo consumidor para efetuar as compras, 58% acham que serão em lojas de bairro próximo as suas casas, 26% nas lojas de centro e 16% nas lojas de shopping.
Compartilhe