Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :

NRF 2018 apresenta novidades tecnológicas voltadas ao varejo

05/02/18

National Retail Federation, o maior evento de varejo do mundo em Nova York, mostrou tecnologia de ponta, inteligência artificial e realidade aumentada.

Novidades inimagináveis trouxeram ideias inovadoras para manter no topo as marcas tradicionais e centenárias. A NRF deste ano, em sua 107ª edição trouxe muita tecnologia de ponta, inteligência artificial em soluções que vão mudar a visão dos varejistas e consumidores.

 0

A CNDL enviou representantes para entender e divulgar as novidades da NRF 2018 já que em todos os anos a feira tem uma forte participação de brasileiros.

0

É uma forma de levar conhecimento ao sistema CNDL.

 0

E as novidades foram muitas, quase incontáveis. A Adidas e a Levis foram destaque no começo do evento mostrando inovações no painel Inovation Lab.  A apresentação do executivo da Levi’s, James Curleigh que entrou de bicicleta vestindo uma jaqueta aparente simples, mas que tinha acoplado um GPS para direcioná-lo encantou. A proposta mostrou a “Wearable Technology”, termo que pode ser traduzido de forma livre como “tecnologia de vestir”. A mistura da tecnologia utilizada pela Levi’s mostra que a empresa está preocupada em modernizar os produtos tradicionais. A inclusão da tecnologia tem que ser simples no que é apresentado ao consumidor e muito sofisticada na forma de fazer, no “background”.

 0

Empreendedores que chamaram a atenção também foram apresentados como a marca de sorvete de Los Angeles que propõe ao cliente uma experiência sensorial com o sorvete, podendo por exemplo, mergulhar em uma piscina de chocolate granulado colorido, ou estar em ambientes inspirados no produto. O circuito da empresa permite que as pessoas conheçam o sorvete de uma maneira diferente e é claro isso leva ao consumo durante a experiência.

 0

Ainda falando em alimentação, a rede de pizzarias americana “&pizza” também mostrou modernidade. Eles encaram o perfil dos funcionários com muita personalidade. Os próprios funcionários são bem estilosos, exibem suas tatuagens e roupas ousadas que demonstram muito estilo. Bem diferente do padrão esperado para o entregador de pizzas tradicional. Isso pode ser um grande diferencial para agradar o cliente que recebe o produto em casa. É uma empresa que apoia a diversidade, uma tendência interessante pelo ponto de vista do marketing.

 0

Outra tendência citada foi a ideia de oferecer novos canais de venda ao consumidor para se manter forte no varejo. Uma rede de mercearias mostrou que oferece os produtos durante a viagem de avião do cliente e tudo que ele quer comprar vai ser entregue na residência dele assim que ele chegar em casa.

 0

Focar no estilo de vida de cada consumidor pode ser uma boa alternativa também. Uma loja de vestuário cria eventos ao ar livre para reunir os compradores usando as roupas de inverno vendidas por ela. Criar a interação entre os consumidores é algo que tem dado certo, ao menos para esta empresa. A ideia pode parecer simples e dá pra imaginar a possibilidade de ampliação de mercado assim.

 0

O que também foi visto na NRF é que empresas tentam oferecer soluções tecnológicas ao varejo para se aproximar do consumidor. Para isso seguem alguns pilares como consciência, consideração, engajamento, serviços e relação pós-compra com o cliente.

 0

Ainda usando a tecnologia, um sensor de movimento instalado discretamente na entrada de uma loja pode trazer informações preciosas para o proprietário, como saber horários mais frequentados e inclusive mostrar se isso pode ser relacionado com a previsão do tempo, se o fator climático influencia ou não na frequencia dos clientes. Pode ser uma forma de gerenciar lojas à distância de maneira bastante confiável.

 0

Mas para quem quer a tecnologia mas não abre mão de um mimo à moda antiga, uma empresa mostrou uma solução de se corresponder com os consumidores através de cartas com escrita manual, porém feitas por um robô. As malas diretas vão ficar mais personalizadas com o uso dessa ferramenta. Pode ser algo encantador para o cliente.

 0

E quem precisa de uma ajudinha para encontrar funcionários de última hora, como profissionais que fazem pequenos reparos ou limpezas, vai gostar desta novidade. Um sistema oferece uma lista de pessoas referenciadas para contratação imediata e, como são cadastradas, quem contrata pode até avaliar os serviços e os profissionais.

 0

Quem gosta de moda mas não tem muito conhecimento pode usar um aplicativo que ajuda a fazer as combinações de “looks” sugeridos através de inteligência artificial. E na hora de comprar móveis uma outra solução orienta o consumidor a saber se o produto desejado vai encaixar no espaço que ele tem em casa. É como se ele montasse os cômodos de forma virtual para simular acrescentando os móveis como se ele fosse um decorador virtual. Parece fácil é bem atrativo.

 0

Para garantir que o estoque esteja sempre em dia, um leitor de produtos faz a contagem do que tem nas prateleiras e do que precisa ser reposto. Tudo isso através de um dispositivo com inteligência artificial que pode ser instalado nos próprios carrinhos utilizados pelos clientes.

 0

Além das ideias inovadores apresentadas na NRF 2018, muitas discussões vão ajudar a direcionar atitudes para o mercado do varejo. Por isso um Webinar está programado para esta segunda-feira para relembrar alguns temas vistos por lá. O diretor da HSM Educação Executiva, Luis Lobão preparou conteúdos para este dia 5 a partir das 18h30. Ele vai apresentar um relato a partir de três tópicos: a discussão entre a venda pela internet e pela loja física, que para ele, chegou ao fim. “Cada vez mais a junção dos canais faz mais sentido na construção de uma experiência de compra do cliente que deve escolher quando como e onde ele vai comprar. A jornada começa bem antes de ele chegar à loja”, explica Lobão. Ele afirma que não há como não promover uma transformação digital. As mídias sociais ajudam a construir a marca e a proposta de valor.

banent_aulaaovivo_jan18

 0

O segundo ponto é que a experiência de compra é o que vai tornar de fato o negócio competitivo. “É preciso investir no conhecimento do cliente e evitar os atritos do cliente e personalizando a experiência dele. Isso será o diferencial no futuro”, opina o diretor.

 0

O terceiro é o papel da liderança, e como os líderes devem assumir o papel de campeão da causa da  mudança e ela tem que ser muito rápida, não se pode mais esperar. Para ele o encontro foi sensacional e tem muitos frutos a serem gerados. Quem quiser acompanhar esta discussão não pode perder o Webinar, na próxima segunda-feira.

0

Para fazer sua inscrição gratuita e participar do Webinar ao vivo, clique no link: https://www.eventials.com/hsmeducacaoexecutiva/nrf-2018/

Quer receber notícias?

Cadastre-se


CDL Convenções e Eventos

- Últimos eventos